segunda-feira, 28 de março de 2011

musicando...


REENCONTRO


Vendaval, quando o arco-irisou no ar

Encontro atemporal

Vem sorrateiramente são

Presente então


Maduro é o fruto não se viu nascer

Por onde andou e renasceu

A construção dos nós, vem hoje em nós

Refaz, desfaz, vencido algoz


Solidão, saudade do que nem se sabe

Existe um lugar

Fora do tempo que contem

Caminhos soltos

Coração, é a condição tão única de ser

Reaprender

Fazendo da semente o sonho acontecer


Hoje é sol, ontem pó

Tantos laços entre nós

Continuar, imensidão

Lentamente, sem voltar... até chegar


Pratear noite profundo véu olhar

Dançar, amendoar, enfeitiçar, sorver canção

Ser guardião, se perdoar

Se encontrar até o sol raiar

Enfim... recomeçar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário