sexta-feira, 22 de abril de 2011

...sobre a beleza e o amor


todas as raras vezes em que vejo uma borboleta sozinha
colorindo o meu olhar no concreto da cidade grande
sinto algo como uma espécie de esperança misturada com alívio
dá vontade de parar tudo e ir atrás daquele vôo

2 comentários:

  1. Gostei demais!!! Também escrevo algumas coisas de vez em quando, sinto a necessidade de me recorrer ao belo, à arte, neste mundo turbulento. Ou seja, necessito parar um pouco e ler uma boa frase ou texto, uma história de livro ou filme e boas doses de música. Bjos, Taciana

    ResponderExcluir
  2. que bom...
    quero conhecer o que escreve...

    ResponderExcluir