segunda-feira, 2 de maio de 2011

corpo dentro


eu ainda não havia pensado nisso:
mas as paredes do coração,
como são músculos...
alongam-se?
arrebentam de amor?
encurtam sem?
será?

Nenhum comentário:

Postar um comentário