quarta-feira, 22 de junho de 2011

de agora...


falta-me uma relação direta com a coisa em si
a coisa é o que possibilita
falta-me uma relação direta com o tempo marcado
ele é o que é sentido e vivenciado pela vontade
e não pelo relógio; o relógio é coisa
falta-me uma relação direta com o lugar em si
o lugar é o com quem, mas é o onde
viver abstratamente no concreto
caber gasta esforço

Nenhum comentário:

Postar um comentário