quinta-feira, 5 de julho de 2012

de agora



quando quero ir ou sair de algum lugar em mim
fico caçando carona nas palavras até que virem frases
passam por mim como folhas ao vento
e não como cavalos selvagens
por isso...há de se ter delicadeza para alcançá-las
há de se saber pelo menos em qual direção quero que me levem

Nenhum comentário:

Postar um comentário