domingo, 14 de maio de 2017

domingo, 7 de maio de 2017

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

a presença da possibilidade
onde a realidade pede licença

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

o som do vento da casuarina
a cor da flor matutina
a presença do verde na retina
o afeto que aproxima
amanhece, ameniza, favorece, anima

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

quando a lua me toca de azul
e me faz tocar pra ela
notas em cor de aquarela
reluz o metal encantado 
antes encostado no quarto apagado 
me acende uma luz por dentro
com jeito de música que vem pra ficar
até o raiar do dia e a morte do luar

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

palavras que me sigam
que me busquem, que me expliquem
que me existam e me insistam em letras
ando à beira de mim
na pura força que a vida pede, que manda
onde o tempo é o do suspiro



de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



essas coisas das noites em nós
essas coisas das surpreendentes luzes de nós
essas licenças plurais...ainda bem que existem
pois somos várias luzes e também escuridões...

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

passeio, rodopio por dentro, distraio...
me animo,  me esforço, respiro...
mas o que é falta, insiste,
é sempre presente


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi


florescer colorindo
colorir florescendo
não importa a ordem dos movimentos
só não podemos perder
a abundância de primavera em nós

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

fulô do meu bem querer
que enfeita meus dias 
que me leva pro campo da sorte de te pertencer

fulô do meu bem estar
que me embeleza a vida
que anima e perfuma o meu respirar

fulô do meu bem sentir
que solta minhas asas
que aquece e colore o meu existir

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

vou! porque senão páro.
páro...porque senão, vou...

inércia de atos nos fatos
fatos afoitos
desejos parados
o ser na lida dos dias

e os dias no dentro de mim


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

A coragem dos bravos pode trazer a leveza dos mansos.

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



Eu estou livre, do lado de fora...
Eu saí...
não quero o pequeno, o impossível e o pouco provável
quero a coragem, a experiência, o voo...
Me quero!

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

ando as vezes na corda bamba das coisas que me imensam
voando no trapézio dos sentimentos contrários que me preenchem e não me esquecem
quantas vezes as luzes de fora permanecem aquecendo o vazio de dentro
para então iluminar tudo e novamente na outra manhã que acontece...e que sempre acontece


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



chego a parar e permaneço na transparência do momento 
observo a força da asa para o tamanho do voo
e então me sobressaio de liberdades no tom de laranja

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi


Tem gente que vê nuvem no céu
Tem gente que vê gaivota e dragão
borboleta com bolinha lilás e falcão
Tem hora que vê o escuro acontecendo
e tem hora, que o azul aparecendo
olhares que curam...me salvem de mim!

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

pena...quando o trampolim não é usado
perda...quando o caminho possível e livre não é trilhado
bom seria se arroubos então encolhidos viessem a tona
se nossas vontades ousadas pegassem carona

no exato tempo do momento certo e aberto
de forma que traga de longe, a nossa verdade pra perto
e vou assim...sem meta e sem jeito
as vezes soltando...e as vezes rimando


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



pela pele que nos respira
pelos poros que alcançam o infinito para dentro
por onde o estado do "ser" é atingido
apreende-se, transforma-se

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

O minúsculo momento em que uma flor se abre...acontece muitas vezes longe dos olhares que parecem ser os mais presentes e atentos. E então, de repente, está tudo descoberto e disponível para a cor e o perfume,
esbanjamento ávido de voo espalhado e surpreendente. 


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



ondas, curvas, cores, sombras
pistas sutis...que, de certa forma
buscam me avisar
onde estou
em qual azul insisto em permanecer
que parte do reflexo sou eu

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

as vezes careço de competência eufemística
a falta de filtro na entrada
deixa a saída muitas vezes óbvia demais
e assim vou deslizando
entre folhas verdes transparentes 
e o som forte das tempestades


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



espelho de árvores são gotas de orvalho emolduradas por teias
comunicação no improviso do que só aparenta ser estático
movimentos e surpresas acontecem onde e como ninguém vê
a não ser através de um relance inusitado por um voo buscador
o que nos toca e provoca respostas pode ser frágil e efêmero
há de se perceber o que chega e o que vai por não ter sido visto
há de se abrir poros e olhos

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

A vida pede flexibilidade, esperança e coragem
E nós pedimos dela: misericórdia, claridade 
e jeito  com a nossa falta de jeito.

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi


o que enxergo é o que vejo?
por onde passa a escolha das lentes que usamos?
em que e em quem focalizamos do lado de fora
que enevoa o caminho do lado do eu?
reconheço meus movimentos oculares?
as vezes me canso de estar onde não devia...
me canso de não estar onde queria...
quantos são os limites da liberdade!
e eu achava que não, até que os anseios tomaram conta...
assim, como as raízes para baixo 
assim como a copa no azul...

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

A força do hábito faz com que alguns olhares se acomodem
...alguns lugares a esses olhares se moldem
O banquete da existência acontece além e apesar dos que insistem em viver somente aquilo que parece ser...

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

sono...
venha...anestesiar parte da realidade impossível
ensaio de aceitação como base da possibilidade da vida humana 
no tempo e no espaço
faltam recursos de sobrevivência 
a alguns corações corajosos
a algumas almas ousadas...e felizes - mesmo assim!


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



Para usar um colar de pérolas de orvalho

há de se ter alma de brisa
pensamento de água
olhos afiados ao ínfimo
disposição para surpresas
respiração suave e pausada
movimentos precisos e delicados

há de se gostar da beleza da teia
da presença dos favos
da fluidez dos rios
do barulho das ondas
da falta de hora
dos cabelos desalinhados

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

Ave palavra escondida nos meandros das vidas que moram em mim!
Me enderece e me oriente, me declare somente a mim mesma...
Para que a conexão aconteça, o elo se estabeleça - de mim comigo.

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



se estou lá...simplesmente porque sou flor
e...sou vista por seus olhos afins...
sim, existo um pouco além de mim, explodo em cor!

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

sentidos

o que se quer...
um cheiro bom
asas no ar
um barco no mar
sentir pelas mãos
a troca que existe
o afeto que insiste
música da palavra
da falada
da cantada
o gosto do sonho
realização
individuação
luz para os olhos
um canto de sorriso aberto
uma certeza de amor por perto 



de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



ali, quando o arco-íris faz a curva...

é hora de esquecer o esforço
sim...respirar silenciosamente então
recolher por um pouco o coração

hora de descansar o ser
mergulhar no sono dos sentidos
deitar os ombros encolhidos

hora de cuidar para dentro
proteger o que de mais meu existe
contra o exposto que insiste

hora de dormir...simplesmente dormir
cegamente dormir
no repouso do corpo
deixar a alma deserta
por uma noite
pelo menos por uma noite...

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

"ah...o humano em mim...
que busca onde e quando sabe não estar...
por pura fantasia da esperança do encontro
onde, na solidão, vislumbra o cheio em si
que muitas vezes desejaria não perceber tanto
não sentir tanto não querer tanto
para viver a ilusão do ter, do ser com o ser...pleno e para sempre
todos os dias
que por tanto procurar palavras para expressar...
acha na flor o resumo,
a pretensa forma da completa manifestação do bem querer"


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

...e se as pessoas tivessem jeito de colorir as outras?
quem iria enverde ser quem?
envermelhe ser quem?
azule ser quem?
amarele ser quem?
tem gente que arcoirisa a gente...


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi


sim...

precisamos de


lanterna para nossas veredas
e um pouco de pausa nas certezas

estação de chegada para o nosso amor
e coragem para experimentar o sabor

um descanso para o olhar
e tempos de abraçar

compensações nas frustrações
e reparar constelações

terra fértil pra enraizar
e céu aberto para respirar

assim...
escrever a tôa
sem ensaio
através da foto
com ou sem rima
tudo que desfaça
o nó, o medo,
a falta de sentido
da parte cega de mim

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

Escrevo o não escrevível... fingindo que escrevo - o não possível de ser dito...
só por escrever...e fingir que disse...e sentir que escrevi e pronto.


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi


algumas coisas podem nos parecer minúsculas
e até mesmo inexistentes
 mas fazem a diferença quando olhamos
 querendo realmente enxergar
os reflexos podem morar no inusitado...
e depois de descobertos, demorar dentro da gente
salve os "bons olhos" os olhos de boa vontade!

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

...vai, vai no vento rasgando o tempo
de onde você saiu disse que pode voltar, quando bem desejar...





de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi




o concreto
a presença
o inusitado
a força
o inefável
o nascimento


da delicadeza

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi

voa, livre pensamento...
rompendo as barreiras do tempo
deste aparente momento...

solta, genuíno sentimento...
buscando bom alimento, sem senso
ao sabor do vento...

encantamento...


de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



enverdecemos...quando e enquanto desaguamos...
brotamos...enquanto persistimos...

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



hoje ganhei cor no escurecer
fui a escolhida do sol no espetáculo do entardecer

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



experiência inusitada
vivência transformadora
pode ser coisa de quase todo dia...
ainda mais pra gente que gosta do rosa no céu
e acha a lua no canto

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi







a luz que vejo é a mesma que você
te ilumina assim como a mim

nas luzes daqui, lembramos
pela luz do luar nos encontramos

pensar no brilho dos olhos então
é presente e festa  para o coração