domingo, 7 de maio de 2017

de "olhares escritos palavras olhadas" com foto de André Luppi



espelho de árvores são gotas de orvalho emolduradas por teias
comunicação no improviso do que só aparenta ser estático
movimentos e surpresas acontecem onde e como ninguém vê
a não ser através de um relance inusitado por um voo buscador
o que nos toca e provoca respostas pode ser frágil e efêmero
há de se perceber o que chega e o que vai por não ter sido visto
há de se abrir poros e olhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário